«Tenho pensamentos que, pudesse eu trazê-los à luz e dar-lhes vida, emprestariam nova leveza às estrelas, nova beleza ao mundo, e maior amor ao coração dos homens» Fernando Pessoa

Blog da Sara

08
Nov 08

Meu novo blog: http://adordepensar.blogs.sapo.pt

 

 

Sara Quelhas

publicado por Sara e Teresa às 10:26

07
Nov 08

 

Ontem novo choque com a morte da Rute. A batalha com a doença foi dura e ela duma coragem única, combateu até ao fim. Custa muito mas penso que para ela, se estava a sofrer muito, foi uma libertação.
Agradecemos ao Senhor que nos deu a Rute e pedimos que a tenha na Sua Paz. Agradecemos à Rute por tudo o que dela recebemos e pedimos-lhe que reze por nós junto de Deus.
Pedimos que Deus seja consolo, conforto e dê muita esperança a toda a família e amigos da Rute. E que cuide da saúde de todos!

Obrigada Rute por tudo. Que ela e o Paulo rezem por nós!

 

Maria Teresa

 

publicado por Sara e Teresa às 10:59

06
Nov 08

 

Filho de Paula Teixeira da Cruz e de Paulo Teixeira Pinto, Paulo Guilherme morreu de morte súbita. A dor duma morte destas é horrível.
Não queria deixar de referir aqui um acontecimento que deixou todos com muitas saudades e muito impressionados.
Rezo muito para que Deus o tenha junto de si e rezo por toda a família e amigos, para que todos possam passar este momento, de imensa dor, com esperança e confiança e sabendo que Deus não os abandona e os conforta!
E não podemos deixar de agradecer ao Senhor que nos deu a Graça de termos o Paulo nesta terra.

Maria Teresa    

publicado por Sara e Teresa às 11:35

04
Nov 08

 

Hoje a minha Laura faz anos! Celebramos a sua vida e agradecemos a Deus por a Laura existir e ser quem é.
A Laura é daquelas pessoas raras que se encontram uma vez na vida. Por isso dizer-lhe parabéns hoje é dizer que o mundo é mais bonito porque ela existe: tem mais cor, mais sabor, mais luz. As nossas vidas também.
Motor da FCEE da Universidade Católica em Lisboa é graças à Laura que tudo funciona! Mas não funciona apenas com profissionalismo, funciona com o agir da Laura, um agir cheio de humanidade. Acabei o curso Graças a ela. Não fui a única. A Laura é para aqueles que lá passam esperança no desânimo, luz na sombra, coragem e força no cansaço… é tão bom relembrar os risos partilhados, as conversas, os silêncios! Que saudades!
Devo-lhe tudo, ela merece tudo. Por isso hoje agradeço a Deus por ser uma irmã para mim que eu adoro! E peço a Deus que lhe dê tudo de bom!
Parabéns querida Laura! Guardo-te para sempre no meu coração!
Maria Teresa
publicado por Sara e Teresa às 14:08

03
Nov 08

Omnipresença quase indescritível, por mais que me magoa jamais será afastada; presença plena, distância quase imperceptível - longa espera, instante sem nome. E vivendo assim como quem espera que o amanhã seja melhor do que o hoje, ansiando pelo ontem que não se esquece, caio em mim como num foguetão e digo: obrigada por mais um dia.

 

Sara Quelhas

publicado por Sara e Teresa às 20:14

02
Nov 08

 

Ontem celebrámos Todos os Santos. Hoje lembramos aqueles que porventura ainda levaram alguma poeira desta terra e esperam o encontro com Deus.
Tenho para mim, e se estiver enganada que Deus me perdoe, que podíamos juntar as duas celebrações, porque Deus é Amor e Misericórdia e por isso acho que todos os que partiram estão junto Dele. Acredito na Comunhão dos Santos.
A distinção que faço dos dois dias é que no dia 1 celebramos também os Santos que ainda cá estão – esperamos que por muitos anos, se Deus quiser – e hoje lembramos os que partiram!
Lembro hoje de forma especial os que se cruzaram comigo, ajudaram a construir a minha história, o que sou. Aqueles que percorreram os caminhos que hoje percorro. As saudades aumentam sempre. Mais e doces e mais suaves mas sempre a aumentarem. Peço a Deus que os guarde ao pé Dele e peço a eles que tomem conta de nós. Fazem-me tanta falta…mas sei que onde estão olham por nós e me pegam ao colo quando eu preciso. Não nos abandonem…
Obrigada por tudo o que são para mim, para nós… cuidem de nós…esperem por nós… e não se esqueçam: daqui a infinitos anos, se Deus quiser, quando chegar a nossa vez estejam à porta para nos receber!
Maria Teresa
publicado por Sara e Teresa às 00:02

01
Nov 08

 

Hoje é dia de Todos os Santos. Um dia que eu amo: porque neste dia celebramos Todos os Santos. Os que conhecemos e os que não conhecemos. Podem ser da nossa família, podem estar ao nosso lado. Quero acreditar que todos os que conheci, o são. Acredito que muitos dos que estão ao meu lado o são. Por isso lhes rezo. Acredito na Comunhão dos Santos! Olhem por nós. Hoje especialmente. Não nos abandonem!
Deixo um Texto que ouvi pela primeira vez na Capela do Rato numa Celebração feita pelo Padre Zé Manel num dia 1 de Novembro (uma daquelas Celebrações únicas que só ele faz) e magistralmente lida pela Xexão, como sempre! Não me lembro do autor mas gostava de partilhar com todos pela sua beleza e confesso que um dia gostava de aqui estar incluída. Mas ainda estou longe…
MariaTeresa                                                                                                                                                 
 
 
 
Estranha multidão a dos Santos
 
Estranha multidão
a dos Santos.
Passam na estrada silenciosos
Levando as estrelas das bem-aventuranças
Gravadas
Na fronte.
São de todas as raças
de todas as cores
de todos os partidos
de todos os povos.
Usam grilhetas de escravos
Tiaras de Papa.
Calçam sapatos brilhantes
Pisam o chão descalços.
Morreram virgens
Foram casados.
Eram sábios famosos
Viveram ignorados.
Usaram saris indianos
Turbantes árabes.
Eram peles-vermelhas
Negros de África.
Sofreram todas as perseguições
Todas as guerras
Todas as fomes
Todas as revoluções.
Foram profetas
Mártires
Ascetas.
Mendigaram amor
E receberam em troca
Pedras por pão.
Foram vadios
Prostitutas
Ladrões.
Escreveram poemas
Compuseram música
Pilotaram aviões.
Têm as mãos calejadas
De todas as ferramentas inventadas
Desde os primeiros dias
Da Criação.
Cavaram a terra
Partiram pedras
Revolveram minas
Semearam o pão.
Foram pobres
Puros
Pacíficos.
Choraram
Desejaram a justiça
Usaram misericórdia.
Foram amaldiçoados
Perseguidos
Nesta terra que hoje
Pisamos…
Passam na estrada silenciosos
Comovidos
- misteriosa via-láctea de estrelas
Que na noite cerrada
Ilumina o caminho.
publicado por Sara e Teresa às 00:01

Autoras:

 

Sara Quelhas

Mª Teresa Corte-Real

E-mail:

 

saraeteresa@sapo.pt

arquivos
Estadisticas y contadores web gratis
Estadisticas Gratis
mais sobre mim
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30